sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Impossível te esquecer

Impossível te esquecer...
Depois que toquei seu corpo
Busquei teus lábios...
E com intensidade nos amamos
Fugistes, entre as estrelas desapareceu.
Caminhando no espaço, atrás da lua se escondeu.
Fiquei só eu. Sob a luz da lua, pois o sol já se escondeu.
E de saudades, choro e minhas lágrimas molham o rosto.
E como um sopro a vida passa e a felicidade, caminha...
E em passos lentos vou galgando os degraus da escada
Vou buscando, buscando e, nada.

Luiz/22/11/2013


terça-feira, 12 de novembro de 2013

domingo, 10 de novembro de 2013

sábado, 9 de novembro de 2013

A semente


A semente

Eu hoje acordei sentindo muita falta de você!
Senti como uma pequena sementinha que cai,
Desprotegida entre meios das folhas ressequidas
Uma enorme formiga se aproxima,
Com seus tentáculos me examina.
Depois segue seu caminho, ao perceber,
Que para ela eu não tinha serventia.

Um escaravelho apressado tropeça em mim,
Mas nem me olha e caminha...
O vento forte balança os galhos
E atira em mim as folhas secas...
Então me sentindo um grão de areia,
Lembrei-me de teus braços que me protegia
E de teus passos que me seguia.

Sem sua luz pra iluminar os longos dias
Não existe noite, não existe alegria.
Talvez, aqui entre estas folhas,
E pisoteado, seja o fim de minha vida!

Luiz/09//11/2013.